Médica Kátia Vargas tenta fugir de Hospital em ambulância do SAMU - Portal Geledés

Médica Kátia Vargas tenta fugir de Hospital em ambulância do SAMU

Médica acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuelle tenta fugir de hospital pelos fundos dentro de uma ambulância do SAMU. Ministério Público diz que médica deverá ser presa quando receber alta

medica-katia-vargas1

A médica Kátia Vargas, que está internada no Hospital Aliança e deve deixar a instituição médica para ir direto à 7ª delegacia prestar depoimento, nesta quinta-feira (17), tentou fugir do hospital. A informação foi dada com exclusividade pela TV Record, no início da noite desta quarta (16).

De acordo com a emissora, a médica tentou deixar o hospital utilizando para isso uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), que deixaria o local pela área de serviço. Ainda não se sabe qual seria o destino da médica, após a fuga. A fuga só não aconteceu por conta do coordenador chefe da vigilância, que proibiu o ato.

Estado de saúde

Numa coletiva de imprensa do Ministério Público, realizada na tarde desta quarta-feira (16), foi apresentado o laudo em que a médica Kátia Vargas aparece bem de saúde e sem indícios que a mantenham internada. Por conta disso, a acusada deve deixar o hospital e sair diretamente para a 7ª Delegacia para prestar depoimento. Em seguida, ela pode ser conduzida ainda para o presídio feminino, que fica no bairro de Mata Escura.

Médica deve receber alta e ser presa, diz MP

Numa coletiva de imprensa do Ministério Público, realizada na tarde desta quarta-feira (16), foi apresentado o laudo em que a médica Kátia Vargas aparece bem de saúde e sem indícios que a mantenham internada no Hospital.

O Ministério Público afirmou que a médica já tem condições de receber alta e pode ser presa a qualquer momento.

Por conta disso, Kátia deve deixar o hospital e sair diretamente para a 7ª Delegacia para prestar depoimento. Ela pode ser conduzida ainda hoje para o presídio feminino, que fica no bairro de Mata Escura.

O caso

A médica oftalmologista Kátia Vargas Leal Pereira, de 45 anos, é acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuella. A moto em que os irmãos estavam, uma Yamaha XTZ (placa NTQ-8040), foi atingida por um Kia Sorento branco (placa NZK-6668), guiado por Kátia. Imagens de câmeras de segurança mostram que a médica dirigia em alta velocidade, o que provocou uma discussão com Emanuel, que chegou a bater com o capacete no capô do Sorento. O advogado da acusada, Vivaldo Amaral, justificou a ação afirmando que a cliente teria "se assustado" com a moto e por isso avançou o sinal antes do acidente.

(ATUALIZAÇÃO) – Médica Kátia Vargas é presa e será denunciada por homicídio triplamente qualificado
A médica Kátia Vargas deixou o Hospital Aliança às 9h15 desta quinta-feira (17), em uma viatura da 7ª Delegacia Territorial (DT/Rio Vermelho). A médica, que estava internada desta a última sexta (11), quando provocou a morte dos irmãos Emanuel, 21, e Emanuelle, 23, em um acidente de carro, não foi algemada.

Segundo o repórter Gil Santos, que acompanhou a saída da oftalmologista, Kátia estava chorando, com o rosto entre as mãos, e segurando um terço. Ela estava acompanhada pela titular da 7ª DT, Jussara Souza, sentada na viatura entre dois policiais, enquanto tentava cobrir o rosto.

Kátia foi encaminhada para o Presídio Feminino, no Complexo Penitenciário da Mata Escura, onde chegou às 9h37, onde deve responder às denúncias presa. O advogado de defesa da médica, Vivaldo Amaral, acompanhou tudo e conversa neste momento com a imprensa. O advogado da família de Emanuel e Emanuelle, Daniel Keller, também está presente no presídio.

Assista abaixo ao vídeo do momento do incidente:

 

 

Fonte: Pragmatismo Político

18/10/2013Portal Geledés